À medida da sua necessidade,
        do seu espaço e do seu tempo

Área Cliente

O sabor e o cheiro de uma aromática fresca são sensações que todos gostamos. Manter as aromáticas bem cuidadas em casa, não exige muitos cuidados, apenas temos de ter atenção a alguns pormenores.

1. Onde plantar as aromáticas?

As aromáticas mais comuns crescem lindamente em vasos ou floreiras. Apenas temos de ter em atenção em fornecer o espaço adequado às características de cada uma.

Vasos com 12 cm de diâmetro permitem crescer tomilho , segurelha, mangerona, mas são pequenos para rentabilizar o crescimento de outras aromáticas como salsa, coentros, manjericão, alecrim, as mentas como a hortelã comum, a hortelã-pimenta, a cidreira, por exemplo, principalmente porque usamos por norma maiores quantidades destas aromáticas.

No caso de juntar várias aromáticas num mesmo vaso ou floreira deixe um espaço de 15 cm entre cada para que as suas raizes se possam desenvolver.

2. Que aromáticas posso juntar numa mesma floreira?

 Existem algumas regras básicas:

- juntar plantas com as mesmas necessidades de rega;

- juntar plantas com as mesmas necessidades de luz;

- não juntar plantas com raízes invasoras (ex: hortelã)

- não juntar no mesmo espaço várias mentas (ex: não juntar hortelã com erva cidreira).

3. Que substrato usar?

Num vaso ou floreira , que é um espaço confinado, a maior preocupação é que seja um substrato que retenha água e contenha alguma matéria orgânica para fornecer estrutrura, arejamento e forneça nutrientes às plantas. Junto 1/3 de húmus de minhoca ou de composto. Plantas mediterrânicas como tomilho e alecrim desenvolvem-se em substratos mais pobres em matéria orgânica. O manjericão , a salsa, os coentros ou o cebolinho já necessitam de um pouco mais de matéria orgânica que pode ser adicionada pelo composto ou pelo húmus de minhoca.

4. Quando posso plantar ou semear?

 A Primavera é a altura por excelência para aromáticas como o manjericão, o cebolinho, o estragão , o aneto , o tomilho e os oregãos por exemplo. Já a salsa pode ser semeada ou o ano todo bem como os coentros. Os coentros no entanto no Verão devem ser semeados em locais com sombra, pois o calor intenso irá intensificar o seu ciclo vegetativo, provocando o espigamento precoce destes.

 

 

 5. E a rega?

 Ao termos as plantas num espaço confinado como floreiras ou vasos, é de extrema importância os cuidados a ter com rega, pois não só a retenção da água será menor como o espaço confinado das raizes em caso de excesso de rega, poderá levar ao apodrecimento destas.

Naturalmente no Verão, poderemos ter de regar diariamente se as aromáticas estiverem parte do dia a sol directo. Regamos o suficiente até sair um fio de água pela base do vaso. É de todo desaconselhado vasos sem escoamento.

No Inverno, colocamos a primeira falange do dedo na terra e verificamos se sentimos humidade. Caso esteja seca, regamos.

Para não estarmos sempre com a preocupação de regar opte por floreiras ou vasos com sistema de retenção de água. Embora mais caros, poupa na água e as plantas não sofrem com a falta da rega.

Nem todas as plantas necessitam da mesma quantidade de água. O mangericão e a hortelã vão necessitar de mais água que o tomilho e o alecrim, por exemplo.

Não deixe de criar um espaço em casa dedicado às aromáticas agora que já sabe que cuidados deve ter!