À medida da sua necessidade,
        do seu espaço e do seu tempo

Área Cliente

As plantas da família das Leguminosas (o feijão, a ervilha, a fava, por exemplo) são plantas que fixam o azoto ao solo, pois nas suas raízes formam-se colónias de bactérias fixadoras de azoto, denominadas Rizóbio (Rhizobium sp.) .

Esta bactéria transfere (fixando) azoto atmosférico para o solo permite que se realize na horta uma adubação natural. Existem diferentes espécies de rizóbio que se associam a diferentes espécies de leguminosas, mas em todos os casos esta simbiose é vantajosa tanto para a planta como para a bactéria: as bactérias obtêm açucares produzidos pela planta, e esta por sua vez tem o seu fornecimento de azoto essencial para o seu crescimento assegurado pelo rizóbio não precisando de adubação azotada por outras fontes não naturais.

A fixação do azoto pela bactéria é afectada pelas condições do meio envolvente. A presença de minerais favorece a sua actividade, mas é inibida pela presença de azoto solúvel. Por outro lado, a seca e o calor, metais pesados, pesticidas e antibióticos podem destruir estas bactérias. Para saber se o rizóbio está a fixar bem o azoto, corta-se um nódulo e observa-se a cor no interior: deverá ser vermelha viva (se for cinzenta escura não está a fixar azoto).

 

 

 

Vale sempre a pena usar um legume fixador de azoto sempre que:

  • Quando a zona superior do solo tiver sido removido. As bactérias Rhizobium são inexistentes ou em quantidade muito reduzida;
  • Quando o solo não teve qualquer cobertura de leguminosa por um longo tempo. O Rhizobium pode permanecer dormente por alguns anos, no entanto, a bactéria acabará por morrer, a menos que eles esteja unida à leguminosa apropriada;
  • Em solos onde fertilizantes e pesticidas sintéticos tenham sido muito usado. Estes são tóxicos para o desenvolvimento de bactérias Rhizobium.

Cada leguminosa é colonizada por um tipo diferente de bactéria Rhizobium. Estas são algumas:

  • Amendoim - Bradyrhizobium sp.  
  • Grã-de-bico- Mesorhizobium sp.
  • Soja- Bradyrhizobium japonicum
  • Lentilha - R. leguminosarum bv. viciae
  • Tremoço- Bradyrhizobium sp. (Lupinus)
  • Alfalfa/Luzerna - Sinorhizobium meliloti  
  • Feijão - R. leguminosarum bv. phaseoli 

Existem à venda bactérias colonizadoras que aumentam a quantidade destas ao serem aplicadas com a correcta espécie de leguminosa.

O que fazer quando o ciclo da leguminosa na horta termina?

  • enterrar as raizes da leguminosa no solo ("adubação verde);
  • se tiver de retirar do solo estas, adicione-as aos composto;
  • nunca as queime pois perde todo o azoto fixado.